segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

SORÓ PARTE II - EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NO ANO PASSADO


Volta Redonda. Deve ser terrível  viver no bolso do Soró. Eu vi os vereadores. Sei o que eles passaram. Foi terrível! Até prender o pagamento dos coitadinhos ele prendeu. Os vereadores reclamavam que não tinham mais vale transporte nem tick refeição. Mas não adiantava. O Soró como um pai que sabe ser enérgico na edução dos filhos, não se comovia. Cortara a mesada naquele mes e pronto. Pagou quando quis. E olha que não faltou solidariedade, não. O Foco Regional e o MEP (Movimento Ética na Política) tentaram ajudar. Mas os vereadores falavam coisas horrorosas do Soró. Queriam saber se faltava dinheiro para o pagamento deles, como é que não faltava para painel eletrônico, pra reforma administrativa... e tá-tá-tá. E essa tal de informatização da câmara, nem se fala. Agora, honra seja feita, o Prefeito Neto não se meteu. Acho até que, de vez em quando ele pensava em meter a colher, mas ouvia uma voz assim:- " O seu dia também chegará..." E ele voltava a rezar.  E eu pensava cá com os meus botões - isto não vai ficar assim. Deixa o Soró largar a presidencia, que vem chumbo grosso. E veio o dia. E o Conrado foi eleito para o seu lugar. Parece até que se abraçaram, na posse. Beijar não se beijaram porque isto é costume russo, não de Santa Rita de Cássia, bairro do Soró. Tava todo mundo esperando a primeira declaração do Conrado. E ele se levantou e falou mesmo assim: "Eu vou tomar conta do estacionamento do shopping." Juro por Deus! E, para tranquilizar o Soró ele ainda disse assim: "vou ficar 24 horas por dia tomando conta disto." Falou com tanta autoridade que nem parecia um Presidente da câmara; mais parecia um funcionário do PROCON.  Tô vendo que a Teresa vai falar que ficou mais um ano sem trabalhar. Triste sina. 
Foto - Câmara Municipal de Volta Redonda


ROYAL SOCIETY E OS UFÓLOGOS





Franklin não acredita no mensalão. Pertence ao grupo dos ingênuos completos e irrecuperáveis. Ingenuo da terceira espécie, que tem em Ciro Gomes o seu exemplar mais notável.  Eu tenho que o Franklin teve um octa-vô que pagou ingresso para  ver o boi voar lá no Recife, quando Maurício de Nassau arranjou mais essa forma de ganhar dinheiro. Tem tudo a ver. Foi justo por isso que me lembrei dele, agora. Li nos jornais que o Royal Society solicitou  que a Organização das Nações Unidas comece cuidar da nossa defesa contra esse possível encontro com extraterrestres que nos aguarda. Eu pensei logo em procurar o Franklin e ver o que ele achava dessa notícia. Não o encontrei. Aí, assim, sem referências, sozinho, não pude resistir e dou seguimento a notícia. Afinal, a Royal Society não é nenhum MEP-VR que tem suas superstições. Foi diante dessa sociedade que Sir Isaac Newton apresentou sua teoria da óptica. E, depois, cheio de orgulho, se tornou seu presidente por vinte e quatro anos. E, ainda por cima, o lema dessa sociedade  - nulla in verba - recomenda não acreditar na autoridade só porque ela é autoridade. Os ufólogos estão vibrando porque é a primeira vez que são tomados tão a sério. Eles vem ganhando pontos aos poucos. Desde 1963 está montado em Arecibo, Porto Rico, o maior radiotelescópio do mundo. É o principal instrumento na busca de extraterrestre. Vai ver que o Franklin sumiu porque está com medo.


A BUSSOLA QUEBRADA




Houve um tempo em que os meninos vestiam roupa de marinheiro, os pais empastelavam o cabelo com Glostora e as mães usavam bacias para lavar roupas. As mocinhas, nas aulas de catecismo, perguntavam ao padre se era pecado namorar.  Isto as mais assanhadas porque, para muitas, só a pronúncia do verbo já era assanhamento. Não era coisa de menina decente.  O amor e o pecado viviam assim de braços dados no imaginário das adolescentes. Parecia que isto tinha passado. O Padre Karol Miklosko levou da Polônia para o Santo Papa uma indagação sua própria e de diversos outros padres da sua região. E cheio de constrangimentos como se fosse uma menina pré-ElvisPresliana indagava sobre o celibato. Sabia que aquele era o exemplo de Jesus. Mas para ele e seus amigos o celibato às vezes não ficava tão claro pelo tanto que ele ouvia falar aqui e ali.  Queria, enfim, uma lâmpada para seus pés. O celibato o confundia. Aos 80 anos não é difícil defender o celibato. O Papa tem oitentinha. Então, ele explicou aos milhares de sacerdotes presentes naquela vigília que o celibato é a união do "eu" com Cristo e que o celibato confirma "o sim definitivo no matrimônio, que é a forma natural de ser homem e mulher que Deus quis no mundo". Entretanto, a precisos  4o anos passados, o pensamento do papa era outro. Ele tinha 42 anos. O jornal "Süddeustsche Zeitung", publicou que Joseph Alois Ratziner  e outros signatários,  apontavam que o celibato afugentava as vocações sacerdotais.  Penso que a bússola dele quebrou. Pensa que anda pra frente mas está andando para trás. 

 CURTAS

O ex-governador de Goiás Alcides Rodrigues, do PP, teve uma vida animadíssima enquanto exerceu seu mandato. Uma auditoria nas contas públicas promovidas pelo novo governador Marconi Perillo, do PSDB, descobriu que em quatro anos, o antecessor gastou 1,3 milhão de reais em bebidas alcoólicas para abastecer a despensa do palácio do governo. Em média foram 1250 reais gastos com álcool por dia de mandato. Daria para 25 engradados de cerveja.  



Recente pesquisa da Fundação Getúlio Vargas feita em novembro coloca a igreja católica em segundo lugar na lista da credibilidade das instituições brasileiras. Em primeiro lugar ficaram as Forças Armadas. Evidentemente, não dá para se comemorar um resultado desses porque as instituições estão num nível muito baixo de credibilidade. Não precisa nem de pesquisa para se constatar isto. Ficar em primeiro ou segundo lugar concorrendo com as nossas instituições policiais, judiciárias e políticas é refresco.

Laura Powell

Howard David Edward montou um laboratório em Paris onde faz experiências de ciência, gastronomia e arte. Foi lá que ele construiu o seu Whaf. Edward o define com "nuvem de sabores". A máquina transforma doces em vapores a serem aspirados. As receitas foram criadas pelo chief Tierry Marx, especialista em cozinha molecular. O uso do aparelho, por enquanto só em restaurantes, já fez surgir o verbo "whafer". Laura Powell, repórter do Daily Mail cheirou uma torta de limão: "No começo minha boca ficou seca e quente; então, quando as gotículas de vapor começaram a decantar eu pude sentir os sabores."   
CURIOSIDADES

Alfred Nobel
Invenções Casuais (7) Alfred Nobel, criador do Prêmio Nobel, já tinha concluído seu explosivo, quando instituiu o prêmio que leva seu nome. Em Paris, conhecera Ascanio Sobrera o inventor da nitroglicerina. Alfred ficou fascinado com o inventos e suas possibilidades na engenharia civil. Em 1852 iniciou seus trabalhos para transformar este produto em um resultado mais seguro. Havia muito dificuldade e risco para o seu transporte. Um dia, quando ele pesquisava o explosivo deixou pingar algumas gotas que não explodiram em contato com o solo. Descobriu que a nitroglicerina tinha sido filtrada pela serragem no chão. Daí, chegou à mistura de nitroglicerina com terra diamácea (um pó proveniente de algas unicelulares providas de paredes silicosas) e o explosivo tornou-se bastante bastante estável e iniciou-se a produção em grande escala daquilo que se chamou dinamite.
FONTE: Revista Newsweek




Reconstituição do rosto de
Henrique IV

Henrique IV, defensor da tolerância e um dos reis mais populares da história francesa, poderá descansar agora 400 anos depois de ter sido vítima do fanatismo. Em 1610, o monarca abandonou o protestantismo e se tornou católico para assumir o trono. Foi assassinado quando participava de uma procissão. Seu corpo foi embalsamado e enterrado, na Basílica de Saint Denis. Lá ficou até 1793, com a Revolução Francesa que mandou Luis XIV para a guilhotina e depedraram túmulos de Henrique IV e outros. Teve a cabeça cortada e nos 200 anos seguintes passou pelas mãos de colecionadores. Recentemente cientistas franceses confirmaram que a a cabeça era mesmo de Henrique IV. A análise durou nove meses. Agora, depois de um pompso funeral a cabeça do rei retornará para a Basílica de Saint Denis
Fonte : Aventuras na História




Deus te abençôe. Acredita-se que a criação dessa expressão tenha sido no dia 16 de fevereiro de 600, quando o papa Gregório I, o Grande, decretou que a expressão religiosamente correta a ser utilizada logo depois de uma pessoa espirrar é deus te abençoe. a atitude teve início em resposta a uma praga que assolava os moradores de Roma. Os espirros estavam associados a sintonas iniciais de contágio da doença.
Fonte: Livro "Porque os Católicos comem Peixe na Sexta Feira

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ELSON INFORMA: SAI ZEZINHO E ENTRA APARECIDA PANISSET

Prefeita Aparecida Panisseti
foto - O São Gonçalo

Aparecida Panisset, prefeita de São Gonçalo, também tem sua vez. Aparece aqui no meu blog. E não é que tenha cortado fila, não. Ela fez por merecer, em cumprimento as escrituras. Está no livro do Eclesiaste que há um tempo pra tudo - "tempo para plantar e tempo para arrancar do solo o que foi plantado". D. Aparecida plantou e, portanto, tem o direito de colher os frutos - cada bananona enorme. Mas nem sei se isto a assustou. O que se sabe mesmo é que ela havia criado um programa social para atender as comunidades do Coelho e a da Fazenda dos Mineiros. Os moradores ficaram muito satisfeitos e até parece que posaram sorrindo para fotografias. Também, iam receber serviços médicos, odontológicos, psicológicos e profissionalizantes. Coisa bonita de se ver. Aliás, ver mesmo ninguém viu. O povo tem imaginação fértil. D. Aparecida também tem sua fé. Ela chamou duas igrejas -  Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério  de Reconciliação e o Templo da Casa do Saber - e fez um acordo, fechando um elo: As igrejas recebiam o dinheiro,  o povo recebia os serviços e ela prefeita recebia os votos. Sem gastar um tostão. Mas os serviços, apesar de pagos, não aconteceram. O Ministério Público estranhou. Pediu explicações. Que mistério é esse que você compra uma coisa e não recebe a coisa. D. Aparecida pegou o documento e o enfiou num espeto na sua mesa e falou assim: "Tá amarrado!" O ministério não gostou do pouco caso e a enquadrou em duas ações - desvio de verbas e sonegação de informações. Aí, caiu na boca do povo. Parece até que na escola falaram para o netinho dela - "Eu vi o retrato da sua vó nos jornais." E ele teria respondido: "Deve ser aniversário dela". E deverá mesmo parecer uma festa pelo tanto de gente que vai lá pra ver. Mas convidados mesmos só tem os pastores das igrejas que estão indiciados também.   

PEDRO SIMON DEPOIS DE O GALO CANTAR

Senador Pedro Simon
foto - O Globo


Quem vê cara não vê coração. Minha mãe sempre instruía a grente. A minha irmã, então, ela sempre avisava: "Cuidado, ninguém traz escrito na testa o que é". Até parece que minha mãe conhecia o Senador Pedro Simon. Parece mesmo. Vejam que eu podia pegar o Zezinho da Ética como exemplo. Mas seria um exemplo menor. E, depois, eu preciso deixá-lo descansar um bocado. Sinceramente, hoje, não quero ficar com padrões domésticos.  Voltemos pois ao senador, que não enganava apenas ao colega Eduardo Suplicy, este Forrest Gump do senado. Claro que não. Simon enganava a todos na casa e, creio mesmo, enganava até a si próprio. Quantas vezes, quem sabe, ele fazendo barba se encantava com sua imagem refletida no espelho e dizia - "você veio melhor do que a encomenda. Preciso cultivá-la".  Franciscano de boa cepa vivia num pedestal imaginário. E ao passar por seu retrato pendurado na sala benzia-se como se estivesse diante do santíssimo. Vai que um dia surge a barca da alegria. E dentro dela uma porção de ex-governadores, ex-deputados se acotovelando e cantando "Se a canoa não virar, olê, olê, olá..." Lá está Pedro Simon, Álvaro Dias, Jader Barbalho. Pedro Simon já disse que vai fazer um pronunciamento explicando por que provou do fruto proibido. Esta aposentadoria de ex-governdador. Ele é bom em hermenêutica. Ele dirá que é religioso que nunca mordeu uma hóstia, mas está convencido de que pode morder os cofres do Estado sem se indispor com Deus.

O SUMIÇO DAS ABELHAS

FOTO- http://www.sertho.com.br/

Meu amigo Marcelino era capaz de dar falta de uma ou duas abelhas (apis mellifera) nas suas colméias. Quase punha nome nas abelhas. Visitava-as frequentemente para ver como estavam, se havia formigas por perto, se havia mel excedente para a colheita, e como é que estava o mato em volta. Nunca lhe passaria pela cabeça que um dia as abelhas abandonariam o lar. Se alguma não voltava era por algum acidente no caminho. Mas, hoje, as  abelhas adultas estão abandonando as colméias, deixando tudo para traz - crias,  mel, cera, polen, geléia real, própolis ou veneno.  E de nada adianta aguardar por elas. David D. Jong, professor de genética da USP, está debruçado sobre este fenômeno de redução nas colméias - Collony Collapse Disorder é o nome da doença. Não precisou da acuidade do meu amigo Marcelino, porque a redução é gritante:  "Nas colméias ficam muitas crias e pouquíssimas adultas". Hoje, esta redução atinge 30% da população. Mas não se trata de nenhum golpe das elites, nem maldição dos deuses. O professor assegura que não há nada de sobrenatural nisto e que o problema é mundial. Há registros dessas fugas nos Estados Unidos, Canadá, Países Europeus e, evidentemente, no Brasil. Suas causas são múltiplas - os inseticidas usados, falta de alimentos adequados e manejo de colméias de um lado para o outro no exercício da polinização. Há colméias que são alugadas especialmente para isto. Bras da Cruz, outro amigo, que muito viaja e observa diz que tem visto abelhas procurando alimentação no lixo. O reflexo dessa mudança na economia é considerável. No Brasil, há 30 mil famílias que vivem diretamente da produção de mel.

CURIOSIDADES


Invenções Casuais (5):  Em 1946 Raytheon engenheiro Percy Spencer estava testando um diodo (componente eletrônico), um dispositivo que emite microondas de radiação, quando percebeu que a a barra de bombom em seu bolso tinha derretido. Ele supôs que o diodo tinha causado aquele acontecimento e repetiu a experiência colocando milho de pipocas próximo ao dispositivo. Quando aquilo estourou, ele tentou cozinhar um ovo, que explodiu. Enfim, veio fazendo uma série de experiências até que descobriu que a exposição a uma baixa concentração de energia poderia cozinhar alimentos rapidamente. Spencer e outros engenheiros começaram a trabalhar um caminho prático para armazenar ondas para usá-las com este propósito. Em 1947, as primeiras unidades foram comercializadas como Raytheon. Estava inventado o micro-ondas. Elas pesavam tanto quanto 340 kg e custavam milhares de dólares, mas em 1975 os avanços tecnológicos tinham tornado um invento popular (e disponível) como um forno.
Fonte: Revista Newsweek


Arca de Noé Sua história provocarou inconciliáveis discussões. Porque, de um lado, havia os que tinham como impossível transportar tantos animais num barco e com eles conviver por tantos dias seguidos; do outro, os que entendem a história num sentido alegórico - a barca seria a igreja. Há também os intérpretes literais da Bíblia que acreditam na história tal qual se conta. Entre eles, alguns pesquisadores que, ainda hoje, pretendem encontrá-la no Monte Ararat a nordeste da Turquia. Em abril de 2010, o pesquisador chinês Yang Ving Cing anunciou ter encontrado essa arca. Disse não poder afirmar com 100% de certeza, mas assegurava que tinha 99,9% dessa convicção.

Nabucodonosor. Rei da Babilônia mandou construir em volta da cidade uma gigantesca muralha. Os muros mediam 10m de altura e eram bastante largos. Pretendia proteger-se contra possíveis assaltos. Baltazar, um rei persa, pretendeu invadi-la. Usou sua engenhosidade para desviar o curso do rio Eufrates que passava sob o magnífico muro. Desviado o rio, seu leito foi transformado numa passagem para o  exército invasor. E, assim, Baltazar saqueou Babilônia. 
Fonte: Valmiro Rodrigues Vidal, Curiosidades V. 1


Marechal Hermes. Em fevereiro de 1912, às vesperas do carnaval, morria José da Silva Paranhos Junior, o Barão do Rio Branco. Foi uma morte muito sentida porque ele era a mais notável figura da diplomacia brasileira. Tão respeitado que, mesmo depois de proclamada a república, ele continuou usando o título nobiliárquico que recebera na monarquia - Barão do Rio Branco. Então, Marechal Hermes, Presidente da República, na época, querendo lhe fazer uma homenagem póstuma, assinou um decreto transferindo o carnaval para o mes de abril. O que fez o povo? Brincou o carnaval em fevereiro e brincou o carnaval em abril. Em abril, aliás, saíram pelas ruas cantando a marchinha:  "Com a morte do Barão,/ tivemos dois carnavá./ Ai que bom, ai que gostoso,/ se morresse o marechá."
Fonte: Gaudêncio Torquato, jornal O Estado de São Paulo



NOMES DA 7ª ARTE
 
Por Morrisson
Yul Brynner



Yul Brynner, nasceu em 11 de julho de 1915, na Suiça e morreu em 10 de outubro de 1985, nos Estados Unidos onde fez uma brilhante carreira cinematográfica. Recebeu o nome de Yuli Borisovich Bryner, mais tarde passou a se denominar Taidje Khan, um nome mongol. Seus pais eram o cônsul suíço na Rússia Boris Bryner e Marussia Blagowidowa. Em 1930, seu pai deixou a família. Yul, então passou a viver entre Pequim e Paris. Estudou na Sorbone e em 1941 emigrou para os Estados Unidos onde foi estudar teatro. Em 1949, estreou no cinema com o filme "Port of New York". Dois anos depois, raspou a cabeça quando foi convidado a representar o rei de Sião no filme "O Rei e Eu", trazido de um musical da Broadway. Uma peça com o mesmo título que foi representada por trinta anos. Terminou por conquistar o Oscar de Melhor Ator por sua participação no filme homônimo, o Rei e Eu (1956). Na década de 70 ele retomaria o mesmo personagem em uma série de TV. Destacam-se ainda na sua carreira sua participação nos filmes: "Os Dez Mandamentos", "Sete Homens e um Destino", "Anastácia, a Princesa Esquecida", "Os Irmãos Karamaozovi", "Taras Bulba" e "O Farol do Fim do Mundo".

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ZEZINHO PODERIA SER O MICHEL TEMER DO PC DO B

Zezinho. A foto é antiga, mas ele
continua o mesmo

Volta Redonda. O PCdoB tem tres candidatos a prefeito. É muito pra quem tem apenas uma foice e um martelo.  Um obtuso  pecedobrasilista há de contestar de dedo em riste - "temos mais; temos uma foice, um martelo e dois vereadores". E eu direi que ainda assim é pouco. E esclarecerei - Delei tinha a torcida do fluminense e, no entanto, foi derrotado. O PCdoB, portanto, vai ter que trazer gente de fora. Quem sabe o Zezinho da Ética na Política. Ele podia até dar um bom vice.  O Michel  Temer não foi escolhido vice de Dilma só pelo tamanho da sua garganta, não. Ele tem um bom time. O Zezinho também tem a sua turma, os seus seis patrulheiros. Parece que são cinco, mas deixemos por seis. E, depois, ele é carne-e-unha com o Prefeito. Ele só não entra no Palácio 17 de Julho por uma porta e sai pela outra porque é supersticioso. Cacife ele tem.  Ele é da copa e cozinha, na casa. Se o Neto não o reconhece assim é por ingratidão. Zezinho lhe tem sido muito útil. Faz das tripas coração para agradá-lo. Nossa mãe! E, depois, seria um ótimo intermediário entre a Prefeitura e a CMVR. Ele levaria as mensagens do Prefeito e falaria assim - "Eu quero pra ontem!" Alguém, imediatamente,  ia correr e repor a folhinha arrancada do calendário. Não podiam perder o prazo. O Soró é porque não teve tempo, mas eu soube de fonte limpa, limpíssima, que ele pretendia colocar um detector bem na entrada da casa. Quando o Zezinho passasse por ali ia acender la no painel "Caveirão na área". Mas nem sempre se faz o que se quer. Eu só sei é que se o Neto pagar ao Zezinho metade dos favores que lhe deve, dinheiro não vai faltar para a campanha.


ETA TURMINHA UNIDA


Se há uma coisa que eu bendigo todas as manhãs é essa de os políticos não terem inventado ainda aposentadoria para ex-candidatos. Ex-candidato a presidente, a senador, a deputado, a governador, a prefeito, a vereador e a presidente de associação de moradores, que é o primeiro andar dessa gloriosa carreira. Porque como disse o ex-ministro Roberto Campos, "não adianta a lei ser forte, se a carne é fraca". E isto é a mais pura verdade. A Constituição de 88, por exemplo, proibiu pagamentos de aposentadorias para ex-governadores. Pensa que pararam? Pelo contrário, fez só foi juntar mais gente querendo também.  Na luz do dia, são pouquíssimos os políticos que aprovam essa generosidade. À noite, porém - como dizia minha mãe - "todos os gatos são pardos". Agora, 22 anos depois, o  jornal Estado de São Paulo quis medir o tamanho dessa fila de beneficiados, mas só 11 estados colaboraram. Minas Gerais fez, às pressas, uma lei proibindo a divulgação desses dados.  Aécio Neves, Itamar Franco, Jader Barbalho, Agripino Maia, Jaime Lerner, Olívio Dutra, Álvaro Dias, Roseane Sarney, Pedro Simon, Jorge Viana, Pedro Pedrossian fazem parte dessa fila. E há os casos mais escabrosos. Pedro Pedrossian entra na fila duas vezes porque  governou dois estados. Pedro Simon recebe como ex-governador e senador. Orlando Pessuti recebe porque governou o Paraná por nove meses. Humberto Bosaipo porque governou o Mato Grosso por 10 dias. Uns ganham mais, outros ganham menos. Não importa. Todos eles rasgam na sombra a constituição que juram ao sol.

BEIJO PARALISANTE


Há beijos que verdadeiramente ficam cravados na nossa lembrança. Burt Lancaster e Deborah Kerr trocaram um beijo desses em A Um Passo da Eternidade. Lá se foi o Burt, lá se foi a Deborah, mas o beijo continua gravado na memória até daqueles que não o viram o filme. Atores de novela faziam seu laboratório vendo aquela mesma cena duzentas, trezentas vezes por dia, sem conseguir repeti-la. Hoje, o beijo foi destituído dos seus encantos. Há pessoas que se beijam olhando para o lado, para o outro. O beijo hoje virou saudação social - corresponde ao OLÁ.  Mas eis que o Dr. Teddy Wu da Nova Zelândia vem nos dizer que atendeu uma mulher de 44 anos de idade, vítima de um beijo estonteante. Um beijo único porque hoje, com tanto cigarro, com tanto sedentarismo, ninguém mais tem fôlego assim. A moça assistia TV e o namorado veio e sapecou-lhe um beijo no pescoço e sugou com tanta força que pareceu ter-lhe tirado a metade da alma. Ela não conseguia mais mexer com a metade do corpo, que deixou-se ficar como que encantada à disposição do predador. Não sei se do lado esquerdo ou direito. Mas isto não importa. O que importa é que ela foi levada às pressas ao Hospital Christchurch e  constatou-se uma pequena incisão pertinho de uma artéria. O trauma físico teria lesionado o vaso e formado um coágulo que lhe invadiu o coração, causando-lhe um derrame  que lhe impediu  os movimentos. Movimentos que foram restaurados com anticoagulantes. Agora, não sei se ela vai considerar o beijo uma contra-indicação para a vida. 



CURTAS
Querem porque querem premiar o filme  Lula, o Filho do Brasil. Agora, tentaram empurrá-lo como candidato ao Oscar. Não deu. Foi desclassificado. Nesses casos, há sempre alguém inventado histórias. Já estão caçando que movimentos políticos teriam provocado esse péssimo resultado para o filme. Na verdade, o filme teve baixíssima bilheteria. Isto já devia ser um sinal definitivo. Promoveram até sessões gratuitas. Quem assistisse o filme ganhava um saco de pipoca. E, no entanto, parece que só a Glória Pires e Orlando Drumond assistiram o filme.  Pode ser até que tenha havido alguma razão política, mas já deviam se dar por satisfeitos pela baixa bilheteria. 


Pedro Abramoyay, ex-secretário
Evidentemente, governo tem que ter unidade. Não é qualquer um sair dizendo o que lhe dá na telha. O Secretário Nacional de Política sobre Drogas, Pedro Abramoyay,  defendeu o fim da prisão para pequenos traficantes. Isto é, se o traficante não pretender ficar rico, se vender somente para ganhar uns trocados, levar a namorado para comer um pastel com caldo de cana, coisas assim, então não deve ser predo. No dia seguinte, o ministro da justiça José Eduardo Cardoso estava vendendo azeite.  Duas semanas depois levaria o pontapé certeiro. Parece até que o José Eduardo ficou treinando o tempo todo.  Sexta feira, o próprio ministro confirmaria a sua saída.


 
Foi descoberta uma vinícola de seis mil anos. Arqueólogos que exploravam uma caverna em montanhas da Armênia encontraram essa bem estruturada fábrica de vinhos - Um tonel para prensar uvas, jarros de fermentação e até um cálice foram encontrados. Para Gregory Areshian, Universidade de Califórnia, este é o exemplo mais antigo que se conhece. A descoberta foi anunciada pela National Geographic,  e  publicada no Journal of Archaeological Science. 


CURIOSIDADES

 Porto das Galinhas. A praia de Porto das Galinhas fica em Pernambuco e no sonho de muitos brasileiros. Por seu cenário afrodisíaco é um dos pontos favoritos para o turismo. Este local já se chamou Porto Rico até o Sec. XIX. Entretanto, um fato novo ia mudar seu nome primitivo para este com que ela é conhecida, hoje. É que com a proibição do tráfego negreiro os comerciantes de escravos tiveram que mudar sua estratégia para não verem prejudicados seus negócios. Assim, passaram a condicionar os negros em carregamentos de galinha d'angola.  O anúncio de novas levas de escravos era feito com a senha "tem galinha nova no porto". Este comércio acabou mas a praia ainda guarda o nome - Porto das Galinhas. Fonrte : Guia dos Curiosos


Frank Epperson e sua neta
  Invenções Casuais (4) Todas as crianças são muito agradecidas a Frank Epperson, mesmo se ele ou ela não o conheça. Em 1905, Epperson era um simples menino de 11 anos de idade, quando acidentalmente  deixou uma preparação de refresco com um palito na varanda da sua casa em São Francisco. Aconteceu de fazer muito frio naquela noite, e quando o menino encontrou seu copo no dia seguinte, o liquido tinha congelado com o palito mergulhado nele. Ele não teve a menor idéia do que fazer com aquilo naquele momento. Duas décadas depois ele patenteou sua descoberta com o nome de “frozen ice on stick” e o chamou de Eppsicle, mas o trocou por Popsicle porque as crianças acharam melhor. Poucos anos depois ele vendeu sua invenção para Joe Lowe Co. in New York. Popsicle terminou nas mãos de Unilever’s Good Humor que oferece 30 sabores diferentes, hoje em dia.


O Guaraná. Diz-se que o guaraná (planta) foi encontrado pelo naturalista Martius, em 1826, no vale do Amazonas embora outros autores atribuem essa descoberta a Humbolt e Bonpland no Orinoco, em 1821. As maiores plantações naturais foram encontradas entre os rios Tapajós e Madeira. Essa planta já era conhecida pelos índios e preparavam com ela uma massa pastosa.
Fonte: (Valmiro Rodrigues Vidal - Curiosidades Vol. 7)

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

ENQUANTO ISTO, EM VOLTA REDONDA

DOS IMPRODUTIVOS E DOS MUITO IMPRODUTIVOS


Volta Redonda. Tem gente que fala, e com alguma justiça, que a vereadora América Tereza devia entrar para o Guiness Book. Ficar um ano sem trabalhar e recebendo os devidos - ou indevidos - proventos não é para qualquer amador, não. Mas ela foi mais longe. Além de ficar um ano inteirinho sem trabalhar ainda o confessou sincera e corajosamente. Olha que uma confissão dessas não é comum nem na extrema unção. Mas, ao contrário do que se pode pensar, a América Teresa é modesta.  Não faz isto por orgulho. Tanto que dividiu sua honra com os colegas. Na última sessão da câmara municipal ela falou : "Este ano nós tivemos um ano muito improdutivo". E, num gesto com a mão espalmada para cima envolveu toda a câmara.  O leitor sagaz há de pensar que bastava falar improdutivo que já estava de bom tamanho. Mas ela colocou o muito - muito improdutivo. Quereria ela dizer que 2010 mais improdutivo do que os outros anos? Não sei. Vi que os demais vereadores vibraram. Houve um mesmo que se a levantou e gritou: "É isso aí!" E foram muitos abraços, muitas palmas e um homem do povo falava: "A gente devia ter mais vereadores assim." Aí, eu vim para casa pensando nessas sutilezas da linguagem. Improdutivo e muito improdutivo. Por exemplo, como chamar o prefeito? Fui lá na Barreira Cravo e fotografei a Praça Sansoni. O prefeito a revitalizou e deixou um toloço no meio da rua. Será ele produtivo ou muito improdutivo? 

SEU QUIQUITO PARA MINISTRO


Seu Quiquito devia de ser ministro. Não precisa de pesquisas, não precisa de passaporte do Itamaraty, nem de jatinho. Foi ele quem primeiro me falou: "Olha, essa tal de bolsa família tá criando muito vagabundo". Quiquito não é candidato a nada, então pode falar o que sente. Ele tem um pedacinho de terra lá em Vargem Alegre, onde planta umas bananas. Traz um bocado delas e distribui com os vizinhos. O resto ele distribui por lá mesmo. Naqueles dias, ele precisou fazer uma capina. Quis contratar alguém mas não encontrou viva alma, querendo encarar o trampo. Alguns lhe deram a mesma satisfação:  "Enquanto tiver essa bênção da bolsa família eu não trabalho, não". Seu Quiquito com a sua cultura formada nas leituras em quadrinhos falou logo - "O trabalho é a kriptonita deles."  Fiz o meu teste. Levava anúncios falsos de empregos aos beneficiários e eles fugiam como o diabo foge da cruz. E os anúncios eram falsos. Imagina se fossem empregos verdadeiros. Há outros Quiquitos por aí e essa observação veio se espalhando. Agora, o Ministério de Desenvolvimento Social também o sabe. Mandou o IPEA fazer uma pesquisa e não deu outra. O  instituto descobriu que esse beneficiário é o que menos fica no emprego, quando o arranja. E, se demitido, é o que demora mais tempo para se empregar de novo. Agora, vem aí o PAC da pobreza que pretende incluir esse pessoal no mercado de trabalho e, claro, na medida em que forem incluídos a devolução de seus seus cartões. São mais de 20% os incluídos nesse sistema. Isto quer dizer que entre cada cinco pessoas uma tem esse cartão.

A RESSUSCITAÇÃO DO MAMUTE




Japonês é surpreendente. Na mão deles, uma coisinha assim vira um negoção assim.  Eu explico. Pega esse negócio aí de descongelamento global. Pra muita gente ela só serve pra discursos. Outros há que recolhem ali material para museus. É que, não raro, se econtram ali escondidos  restos preciosos até de animais extintos. Pegam então essas peças, limpam e condicionam direitinho, colocam uma etiqueta e as levam para exposição.  Agora, foi bem diferente. Um grupo de pesquisadores japoneses, russos e americanos se juntaram nessa mesma tarefa de esgaravatar o gelo.  E foi assim que chegaram aonde chegaram. Foi surpreendente! Os japoneses até abriram os olhos.  Todo mundo sabe que eles não fazem isto a toa. Ali, diante deles um mamute. Doze mil anos haviam de ter passado e o corpo ali como se fosse de uma morte de véspera. Inteirinho, conservadinho. Era muito coisa para apenas se etiquetar e expor à curiosidade de turistas ou para diversão de meninos de escola.  Puseram-se, então, a maquinar o que fazer com aquilo que o acaso lhes pusera no colo. E decidiram ressuscitá-lo. O bom estado de preservação do material lhes permite esse vôo.  E partiram pra isso. É o que garante o jornal "Yomiuri Shimbun". A idéia é gerar um filhote de mamute por meio de clonagem. Daqui a seis anos poderemos estar enxergando a 12 mil anos atrás.
FOTO: Jornal A Folha de São Paulo

CURTAS



Hugo Chávez tomou uma suposta homenagem como um verdeiro insulto. Não gostou nada, nada de ver Chepe Fortuna, a novela colombiana que a TV particular importou. Dentre todos os personagens dois lhe chamaram a atenção. Uma secretária chamada Venezuela que é piradinha da cabeça e o seu cãozinho chamado Huguito. Um dia, Huguito sai pela rua a virar latas e furar sacos de lixo e perde o caminho da volta. Venezuela, sua proprietária, fica desconsalada. "O que terá havido com o Huguito?" Aí, vem uma amiga dela e a conforta. "Não fique presa ao Huguito. Isto não é bom. Um dia você haverá de se libertar". Fonte o Estado de São Paulo


O Poder Executivo brasileiro possui um número exagerado de cargos de livre nomeação. São 22 mil, cerca do dobro dos existentes, nos EUA.  O número de ministros aumenta, governo a governo. De Fernando Collor para cá saltou de 15 para 37 ministros. Não há critérios transparentes para essas nomeações. Essas vagas são preenchidas pelo compadrismo. Para agravar a situação Lula aprovou  nos últimos dias do seu governo uma ampliação do número de cargos em conselhos de administração de empresas estatais. Despesas com esses pagamentos dá cerca de 9 milhões anuais. Fora as passagens e alimentação.

A revista científica International Journal of Comparative Psychology publicou um excelente estudo no Centro de Pesquisa de Golfinhos no Arquipélago Florida Keys.  O golfinho Tanner é capaz de repetir todo o comportamento  de outro golfinho, mesmo com venda dos olhos.  Foram 31 comportamentos diferentes. Os pesquisadores não sabem se Tanner imitou o outro reconhecendo o som ou por ecolocalização semelhante ao usado pelos morcegos.



CURIOSIDADES

Descobertas Casuais (3). Algumas vezes, na busca de resultados científicos, cientistas se tornam famosos por razões inteiramente empíricas. Com o químico inglês, William Perkin, foi assim. Seu grande sonho era encontrar a cura para a malária. Em 1856, trabalhava com quinina artificial quando seu experimento produziu um barro escuro. Ele ficou desapontado com o resultado, mas não o desprezou. Perkin observou cuidadosamente a cor obtida. Era uma tonalidade de púrpura - lilás -, a cor da moda, naquele momento. Conseguiu, enfim, isolar o composto que produzira aquela cor. Dentro de um ano, Perkin patenteou sua tintura, a primeira obtida em laboratório e abriu uma indústria para produzi-la.




Antonio Conselheiro. O escalpelo ou a decapitação eram procedimentos comuns para comprovarem a vitória sobre um adversário. Foi assim com Lampeão - Antonio Virgulino Ferreira - rei do cangaço, foi assim com Antonio Conselheiro, líder de Canudos. Entretanto, ao contrário do que se diz, Antônio Conselheiro  não morreu pore ferimentos recebidos na confrontação com o exército. A causa da sua morte teria sido uma prosaica diarréia que o desidratou antes do massacre final. Aí, sim, decapitaram seu cadáver para levar a cabeça como troféu.
fonte: Almanaque Terra




HINO NACIONAL BRASILEIRO
German Berdiales (Versão Argentina)

Ipiranga escuchó em su margen plácida
de un pueblo heroico el grito retumbante,
y el sol de Liberdad, com rayo fulgido,
brilló en el cielo patrio en ese instante.

Si el favor de esa igualdad
conseguimos conquistar con brazo fuerte,
en tu seno, oh! Liberdd!
desafian nuestras pechos e la muerte

Oh, patria amada
idolatrada,
salve, salve!

Brasil, un sueño intenso, un rayo vivido
de amor y de esperança a tierra llega,
cuando en tu hermoso cielo, dulce y limpido,
la imagem del Crucero se despliega.

Eres gigante por naturalez,
bello, robusto, impavido colosso
y tu futuro copia esa grandeza

Tierra adorada
entre otras mil
eres, Brasil!
Oh, Patria amada!
Brasil!

Tenido eternamente en cuna esplendida,
al son del mar bajo el azul profundo,
fulguras, oh Brasil, florón de America!
Ilumindo, al sol del Nuevo Mundo.

A la tierra más garrida
tu risueño, lindo campo gana en flores;
tiene el bosque en ti más vida,
en tu seno nuestra vida más amores.

Oh, patria amada
idolatrada,
salve, salve!

Brasil, de amor eterno sea simbolo
al labaro que ostentas estrellado,
y diga verde lauro de esta flamula:
- Paz el futuro y gloria en el passado.

Mas, si alzas la guerrera plea fuerte,
veras que no deserta un hijo tuyo,
ni teme, quien te adora, ir a la muerte.

Tierra adorada,
entre otras mil
eras, Brasil,
Oh, Patria amada!
Eres en nuestro hogar madre gentil,
Patria amada,
Brasil!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

NETO É O MEU HARRY POTTER

Beira Rio no Bairro Barreira Cravo
Volta Redonda


Às vezes me aborreço com essa história de os nossos jornais pegarem no pé do Soró. Não dão descanso ao moço. Faça chuva ou sol; trabalhe ou não a América Teresa está lá o nome do Soró nas primeiras páginas com a regularidade de um pêndulo. Pois foi  justo esta minha implicância que me levou perceber que eu também tenho meus personagens fundamentais. Milton Nascimento tem Travessia, Tom tem Garota de Ipanema. o Jornal Local tem o Soró e eu tenho o Prefeito Neto. Neto é o meu Harry Poter. Ele é um personagem vasto. Sou capaz de escrever dezenas de livros sobre ele. Às vezes, chego vê-lo com casaca e cartola de mágico. E já lhes conto duas das suas mágicas fantásticas! Todos se lembram que, após as eleições, ninguém dava um tostão furado pelo Neto. O próprio Deley vendo aqueles mirrados votos no seu nome, olhou-o nos olhos e falou: "Neto, acabamos". E não é que menos de dois meses depois, olha o Neto com 78% na pesquisa popular. Eta mágica! Duvido que o Mister M conheça essa. Agora, tô sabendo que Volta Redonda e Rio Claro foram os dois únicos municípios do Rio de Janeiro que receberam verbas para prevenção de tragédias. E no entanto, a nossa cidade convive com problemas de enchentes há dois meses. E o dinheiro não aparece. É mágico ou não é?

A MORDIDA E O ASSOPRO



Não é só barata que morde e assopra; tem uma turminha lá no Planalto que é danada pra fazer isso. O PMDB é porque tem casca grossa e muita, muita paciência. Se fosse outro não adiantava nem chamar o Battisti, novo aliado do outro lado. O PMDB, não. Ele deixa a poeira abaixar. Abaixou aí lá vem aquela turminha de novo, mexendo com quem não pode. A Coordenação de Relações Públicas da Presidência fez um mimo pro PT. Plantou lá no principal corredor do palácio um painel com os ministros atuais. Quem passava, e passava muita gente, parava, olhava e não acreditava. Relia e saía rindo tampando a boca porque lá é lugar de respeito. É que, naquele painel estavam expostos os currículos mínimos de cada um dos ministros. Da Ana Holanda, Ministra da Agricultura, falavam que era uma cantora e compositora. Se fosse o caso, melhor estaria com a Amy Winehouse. E da Ministra do Meio Ambiente falavam que ela gostava era de flexibilizar as normas ambientais. Mas aí se viu que embora a turminha do PT tenha também seu rabo de palha - as estrepolias de Palloci contra Francenildo que levou a Caixa Econômica a lhe pagar R$ 500 mil de indenização. Mas, nada é para sempre.  O mural colocado de manhã foi retirado as 16h 30min do mesmo dia. Era a assoprada. 
Fonte: jornal Folha de São Paulo

A POLITICA E O PÃO


Brasileiros há que se benzem quando lhe servem o pão ou quando lhe falam de política. No primeiro caso, agradecem aos céus e no segundo caso praguejam e excomungam. Está, portanto, mais do que na hora de resgatarmos o valor do pão nosso de cada dia. Um grupo de pesquisadores da Universidade Havard deu a senha. Reconstruiu o império romano e viu que o seu auge coincidiu com um clima quente e chuvoso. Enquanto imperadores se entupiam de vinho e se vangloriavam com um "nunca antes...", a natureza entrava com o seu braço operário. Alfaces brotavam das paredes e leite jorrava das pedras. Um século e meio depois o imperador era o mesmo. Talvez com uns dez ou cinco assassinatos a mais. Ou a menos. A diferença era pouca. Mas o clima era completamente outro - frio e seco. Foi quando o império ruiu. Farad Diamond, em seu livro "Colapso", 2005, já mostrara que a exploração abusiva da madeira e da pesca conduziram muitas sociedades a crises irrecuperáveis. Agora, novamente, fechando esse raciocínio. Fatores ambientais, mais que políticos, condicionam o desenvolvimento do pais. 
Fonte: revista Época


CURTAS

A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal no cérebro. Ela reduz a pressão arterial, regula a temperatura do corpo, os níveis de glicose  e tem sido explorado para a cura do câncer. O Professor PhD Joshua Gooley, da Escola de Medicina de Harvard tem estudado o impacto da qualidade do sono à produção desse hormônio. Em função disso, desaconselha o reparo do sono em quarto iluminado. O sono não reparador reduz a produção de melatonina. Enfim, dormir com luz acesa é dormir com o inimigo.

Em 16 de fevereiro de 1979, Pierluigi Torregiani tombou mortalmente ferido, na cidade de Milão. Seu filho adotivo, também baleado, ficou paraplégico.  A justiça italiana apurou que Cesare Battisti era o autor dos disparos. Battisti fugiu daqui, fugiu dali e veio parar no Brasil, terra boa e gostosa. O ex-presidente Lula se negou extraditá-lo, no último dia do seu governo, às 17 horas, quando encerrava o expediente. Agora Alberto espera em Dilma o reparo. Em caso contrário recorrerá a corte de Haia (Estado de São Paulo)


CURIOSIDADES
Invenções casuais (2). Contantin Fahlberg não lavou as mãos num certo dia de 1879, quando saía do laboratório. Naquele tempo isto não ere recomendável, sobretudo para um cientista pesquisador. Mas, às vezes, Deus escreve certo por linhas tortas. Foi o qu deu. Falhberg trabalhava em pesquisa de novos usos do alcatrão quando o produto se derramou sobre suas mãos. Naquela noite, já em casa, jantando com a esposa, reclamou que seus salgadinhos estavam doces. Perguntou se havia alguma era uma nova receita. Ela respondeu que não. Daí, se pôs a lamber as mãos, os braços e as roupas e concluiu que aquele sabor vinha do resíduo que lhe caíra nas mãos mais cedo. Quatro anos mais tarde, ele patenteou aquilo como sacarina, que é 300 vezes mais adoçante que o açucar. Hoje, sacarina é usada em produtos de baixa caloria.
Fonte: Revista Newsweek

A partir dos 16 anos, dom Pedro I adquiriu fama de amante insaciável. Os nobres portugueses e ricos brasileiros escondiam as filhas quando o príncipe passava. A primeira da série de incontáveis amantes foi a bailarina francesa Noémi Thierry, com quem ele teve um filho (natimorto), antes que a Corte enviasse a moça de volta a Paris. A grande paixão de sua vida, entretanto, foi Domitila de Castro, a qual o nobre deu o título de marquesa, além de quatro filhos.
Fonte: Almanaque Terra


HINO NACIONAL BRASILEIRO
em francês
Henri  de Lanteuil

Les rives calmes de l'Ypiranga entendirent
l'appel retentissant d'un peuple héroique,
et, dans un éblouissant rayonnement,
le soleil de la Liberté brilla alors
au ciel de la Patrie.

Si le gage de cette égalité
Nous l'avons conquis par la force de nos bras,
Et ton sein, O Liberté,
Notre courage saura braver mort elle-mème.

O Patrie bien-aimée
et idolatrée,
salut! salut!

Brésil! un songe intense, un rayon vivificant d'amour et
d'espérance descend sur terre, car au fond ciel splendide,
souriant et limpede le Croix du Sul resplendit.
Géans de nature! Tu es beau, tu es fort, intrépide colosse
el ton avenir sera le reflet de ta grandeur...

Tu es, Brésil,
Terre adorée entre mille autres,
O Patrie bien-aimée

Des enfant de ce sol tu es la mére aimable
Patrie, bien-aimée,
Brésil!

Eternellement couché en un berceau splendide
au bruit de l'oceán et à la lumiére du ciel infini,
tu rayonnes fulgurant, o Brésil, fleguron de l'Amerique,
Iluminé par le soleil du Nouveau-Monde.

Tes riantes et belles compagnes
Ont plus de fleurs que les champs des plus fertilles,
et plus de vie contiennent tes forêts,
et en ton sein notre vie plus dámour...
O Patrie bien-aimée
et idolatrée,
salut! salut!

Brésil! Qu'il soit le symbôle de l'eternel amour
ce labarum étoilé que tu déploies,
et, que vert-et-jaune de ton pavillon disse:
"Pous l'avenir: La Paz! Pous le passé: La Gloire!"

Tu es, Brésil,
Terre adorée entre mille autres,
O Patrie bien-aimée

Des enfant de ce sol tu es la mére aimable
Patrie, bien-aimée,
Brésil!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

A IDEIA FIXA DA INES


Inês Pandeló (PT), deputada estadual, meteu uma idéia na cabeça e foi em frente. Isto é um perigo. Se não estivéssemos em tempos de PT, ela seria metida numa camisa de força e colocada numa ambulância com sirene aberta. Deu sorte a moça. Idéia fixa já foi caso brabo de psiquiatria. Conheço um  menino que teve um ataque desses. Passou a vida inteira querendo ser  um deputado federal. O nome dele é Paiva. Minto. Desculpem-me. O nome não era Paiva e nem era um menino. Agora, me lembro direitinho. O nome dela era América Teresa. É isto mesmo, era uma morena. Muito espertinha. O Paiva é outro caso. Ele é muito espertinho também, mas tem olhos azuis que nem uma conta. Dizem que a primeira palavra que ela falou foi "excelência". Tinha vocação parlamentar, desde o berço. O Paiva é outro caso. É parecido mas é outro caso. A América Teresa é que tinha a idéia fixa de ser deputada federal. As pessoas falavam pra ela que precisava de votos pra chegar lá.  E ela parece que não entendia direito. Um dia manifestou um sintoma grave: Confessou, corajosamente, que ficou um ano inteirinho sem trabalhar e não reclamou falta de pagamentos. Ainda por cima disse que o culpado era o Soró. Só podia ser consequencia daquela idéia fixa. De fato, ela não desiste. Na última eleição, só faltaram 59 999 votos para ela chegar lá. Mas deixemos isto que eu quero mesmo é falar da Inês Pandeló cuja idéia fixa não passa nem com reza braba.  Ela quer porque quer criar a subsecretaria da mulher. Não pára de pentelhar o governador. Vai lá no palácio. Tem uma fila imensa pra falar com ele. Só deputados são 70. Aí, o Sérgio Cabral chama o recepcionista e fala assim - deixa aquela moça ali por último. A moça é a Ines. Combinado. E começa:  Manda vir o primeiro - aí, é problema de enchente. Patati, patatá... manda entrar o segundo - aí é problema de tráfico. Patati, patatá... manda entrar o terceiro - problema da olimpíada... Patati, patatá... e vem copa do mundo,  vem carnaval, vem royalties do petróleo, vem o caso das vãs... Por fim vem a Inês e enrolando as mãos diz pela ducentésima nonagésima vez "eu quero a subsecretaria da mulher". Aí, o Cabral responde assim: "Tá na fita, deixa passar a copa."

O BRASIL NÃO DEVE ACABAR COM AS SAÚVAS



A 207km de São Paulo, está Silveiras. Uma cidadezinha de 6 mil habitantes e 5999 consumidores de tanajuras. O ex-Prefeito Edson Mendes Mota, diz que tá fora, embora sua mulher tenha guardados no freezer 8 litros do bichinho. É só chegar esse tempo das chuvas, os moradores pegam suas latas e garrafas vazias, ou panelas, a bolsa de passear e sobem morro a cantar: "Cai-cai, bitu... cai-cai, bitu... na panela de angu..." E os bitus, vão se deixando seduzir por aquela canção encantada e caem para serem disputadas entre empurrões e pontapés. Muitas vezes, são consumidas ali mesmo. Cruas, vivas, fresquinhas. Tiram-lhes as pernas, as asas, as mandíbulas e elas descem quase redondo. São mastigadas, antes. Mas há também daqueles que as guardam para as comer na ceia junto com a família e a farofa. Mas nem tudo é festa. Andam asssustados com o número de formigas diminuindo. Tudo por culpa de uns insticidas que jogam nos eucaliptos. Um pecado. Os moradores não querem ganhar dinheiro com elas feito a Colômbia que as exporta para a França, Reino Unido e outros países. Lá, eles as cobrem de chocolates e mulplicam o preço. Em Silveiras, não; é só para o consumo. Dizem que é um antibiótico natural e também afrodisíaco. Tem muita gente interessada nelas. O presidente da Câmara Alair Duarte disse que propôs limitar a área para o plantio de eucaliptos em respeito a vida dos bitus. Vamos salvar as saúvas!

Fonte: New York Times

FUZIS NÃO MATAM BACTERIAS



Além dos capacetes azuis e muitos fuzis, a ONU mandou para o Haiti o cólera. Êta missão de paz arretada! Do último haitiano vítima de cólera já não restava ossos nem sequer nenhuma lembrança. Fazia era tempo que não viam aquela doença. Aí, foi-lhes fácil concluir que aquilo só podia ser coisa dos gringos. E foram para as ruas apedrejar aqueles soldados empestiados como nos tempos bíblicos se fazia com leprosos. Ban Ki-moon, Secretário Geral da ONU, homem do nosso tempo, foi dizendo  "que isso, companheiro? Nós viemos em missão de paz." Foram eles, não foram... Foram eles, não foram... E morreu foi  gente... Até que pesquisadores americanos concluíram que aquele mal viera da Ásia, que era igualzinha a uma circulava por lá. Aí, já viu, né? Americano falou tá falado. Lembra do Bush? A ONU não encarava ele nem em fotografia. Ban Ki-moon pensou assim: "Antes que o mal cresça..." e criou uma comissão de quatro. Desculpe, uma comissão com quatro elementos: Representantes do México, Peru, ìndia e EUA. E morrendo gente... Como diria o Globo Repórter: "O cólera é causado por uma bactéria disseminada na água e espalhada por meio de fezes."   Mais de um milhão de pessoas, no Haiti, vivem em acampamentos e favelas, sem água tratada, sem nem sequer latrina. Está ali o inimigo. E a ONU querendo vencer a guerra com  tiros de fuzil. 

CURTAS


Carlos Henrique Gaguim (PMDB)
colocando a faixa no cinegrafista
Carlos Henrique Gaguim (PMDB), ex-governador de Tocantins, tinha que passar a faixa ao seu sucessor Siqueira Campos (PSDB). Gaguim providenciou tudo de véspera. Mandou lavar e passar a faixa, engraxou os sapatos, teceu um bom discurso. Sua esposa marcou hora no salão,  essas coisas. Não podiam fazer feio. No dia seguinte, lá estavam na assembléia legislativa para transferência do cargo. Duas horas depois, aparece o Siqueira Campos já devidamente enfaixado. E sobe logo para o palco e começa fazer seu longuíssimo discurso. E ficam exibidas para as fotos as duas faixas, a verdadeira e a falsa.  Aí, Gaguim não aguentou mais. Saiu  pelo meio do povo com a faixa amarrotada na mão e a enfiou no pescoço de um cinegrafista da TV Anhanguera. Foi o mandato mais curto da história. O cinegrafista foi governador por 30 segundos. Logo, o cerimonial lhe tomou a faixa.


Amy Winehouse, cantora britânica veio ao Brasil. Trocou Copacabana pelo Morro Santa Teresa e choveram aplausos. Apresentou-se em quatro shows choveram aplausos e admiradores. Tudo era admiração e vivas.  Não é Amy nenhum personagem em que se possa espelhar, mas imprimiu como que a ferro e fogo sua marca na boiada. Mesmo quem nunca a vira, nem ouvira se proclamava aos berros seu mais ardoroso fã. Se alguém dissesse que não admirava a moça seria escorraçado do meio. No Rio de Janeiro, a Bandeira Brasileira serviu de toalha de mesa em um dos seus shows. E todo mundo achou bonito e todo mundo achou legal. E é essa mesma massa que elege os mandantes do país.


"minha servente mudou, mas
meu cabelo continua o mesmo" 
Cláudia Adriana da Silva havia tres meses que trabalhava como faxineira na Agência Nacional de Aviação Civil. Entre suas obrigações estava a de limpar a sala da Diretora Presidente Solange Vieira. Vai que um dia sumiu do seu toalete uma embalagem de creme para cabelo. Marca Keratrix. Foi um pega. Nem tantos acidentes com avião, filas nos aeroportos, atrasos de vôos, nada, nada nunca provocou tanta revolta na Solange. Desconfiou da Cláudia. Ela disse que não. Nem mesmo a condição de Cláudia ser paciente de câncer e gastar R$ 500,00 por mes só com o tratamento. Nada poupou-lhe da demissão. Parece até que a Solange falou assim: "Tá pensando que aqui é casa civil?"

Fonte: jornal O Globo


CURIOSIDADES 

Jamie Link, 26 anos

Invenção por Acaso (I). Jamie Link era acadêmica de Química, na Universidade da Califórnia, quando - aos 21 anos - entrou para o rol universal dos inventores. Justo no momento em que ela preparava um trabalho escolar a novidade explodiu, literalmente, na sua frente. Estava trabalhando com silicone quando ele se espatifou em ínumeros pedaços. Ela observou que as pequenas partículas então formadas reagiam com cores diferentes a cada mudança no ambiente.Correu ao seu professor, Michael Sailor, e relatou sua experiência. Em conjunto, os dois publicaram as observações no jornal científico  Procedimentos da Academia Nacional de Ciências, chamando a esses sensores de "smart dust." Hoje esses sensores tem um grande raio de atuação, incluindo detectar agentes biológicos e ajudar na destruição de tumores. 

Fonte: Revista Newsweek



Capela Sistina. Elena Lazarini, historiadora italiana, conta curiosa história sobre o afresco Juizo Final na Capela Sistina. Diz que Michelangelo recorreu a homossexuais dos prostíbulos romanos para pintar os corpos musculosos que compõem o quadro.  A pesquisadora observou atentamente o quadro e identificou, entre suas tantas figuras, um condenado sendo arrastado para o inferno puxado pelos testículos. Quando a igreja viu o quadro pronto foi criada uma grande polêmica. Em meados do sec XVI, o Concílio de Trento condenou a nudez nas ilustrações sagradas e assim suas partes íntimas foram cobertas

Fonte: Revista História Viva


HINO NACIONAL BRASILEIRO
             em Inglês

Harry Bramsby

The placid shores of the Ypiranga heard
The resounding cry of heroic people
And the sun of liberty, in fulgent rays
Now shined in the heavens of our country

If the pledge of this equality
We succeded to conquer with a strong arm,
In your bosom of liberty,
Our courage defies death itself!

Oh! loved country,
Idolatrized,
Hail! Hail!

Brazil, an ardent dream, a ray so vivid
Of love and hope to earth now descends,
If in your beautiful sky, pleasant and limpid,
The southern cross image is resplendent.

A giant by yoour own nature,
You're beautiful, strong, intrepid colossus
And your future thus reflects this greatness,

Adored country,
Among thousands,
You are Brazil,
Oh, loved country!
A genteel mother of this land's children
Loved country,
Brazil!

For ever lying on a splended birty
With the sea sound ande the deepest skylight,
You're brillant, oh Brazil, America's mirth,
Enlightned to the sun of a new world.

Your pleasant, beautiful fields
Have more flowers than the nicest and greatest lands
Our woods have more life
Our life in your bosom has more love

O loved country,
Idolatrized,
Hail! Hail!

Brazil, a symbol of eternal love let be
The starred labarum you show so proudly
And let the yellow green of your flag say
Peace in the Future, glory in the past.

If you raise up the strong club of justice,
You'll see that your children will fight with courage
Who adores you will not fear death itself.

Adored country,
Among thousands,
You are Brazil,
Oh, loved country!
A genteel mother of this land's children
Loved country,
Brazil!

Fonte: Valmiro Rodrigues Vidal - Curiosidades Tomo V

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Volta Redonda - Muitas Festas e Pouca Água


Briga por água em Volta Redonda
Volta Redonda. O Eng. Paulo César, diretor administrativo do SAAE-VR, é um grande produtor - produz tristezas e alegrias. Foi ele quem produziu a Festa Julina e a Cidade dos Sonhos. Uma mágica! Mas foi ele também o produtor da falta de água na cidade, em pleno e escaldante verão. Foi sério! Soube, de fonte limpa, que até sugeriram para o Prefeito Neto : "Tira esse cara do SAAE, Prefeito! Ele está queimando o seu filme." E o Neto assustado como um menino: "Não posso. É ele quem faz minhas festas." E, honra seja feita, valor dá-se a quem tem - Em Volta Redonda pode estar faltando água, mas, por outro lado, está sobrando festa. E tudo, tudo, tudo obra desse polivalente diretor, Paulo César. Ele é o dois em um da Prefeitura. Algo me diz que aquela montoeira de gente se socorrendo nas pipas dágua com chaleiras, panelas, garrafas pet, canecas até o inspiraram. E que, quando sozinho na sua sala, tamborila na mesa e  assovia "Lata dágua na cabeça, lá vai Maria, lá vai Maria..." Claro que ele não ele não é nenhuma  Maria Antonieta, a gilhotinada. Quando lhe falaram que o povo estava revoltado porque não havia pão, ela respondeu - Por que eles não comem brioches? Não. Nosso Paulo jamais daria uma resposta assim. Quando o povo reclama falta dágua ele não pergunta : "Por que não bebem água mineral?" Paulo dá uma resposta técnica. Diz que não tem água na torneira porque tem chovido muito.
Ilustração: Foto blog RonaldoAlves

DILMA COMO HERDEIRA (Parte II)

Foto: portalcapitao.com.br
A ONU entrou no Haiti, mas deixou os bons modos lá fora. Foi entrando. Invadiu um dos seus maiores bairros prendeu, feriu e matou. Como se dizia, antigamente, impôs respeito. Depois de uma dessas, ninguém mais iria  se fazer de besta. O que teria feito o Haiti merecer tantos pontapés? Nada. Ele não está em guerra civil, ele não ameaça nenhuma fronteira. Seu mal é justamente amar a liberdade. Foi o primeiro país do mundo a abolir a escravidão. E, agora, em 2004 elegera Jean Bertrand Aristide seu presidente. Um presidente bem a sua cara. Não era bem o vizinho que os esteites aprovavam. E, aí, veio o golpe correndo com o Aristide dali. Seus correligionários que pagaram pra ver estão presos ou mortos. Ricardo Seintenfus, representante da OEA, nessa missão, não se cansou de alertar a ONU sobre esse comportamento inconveniente. Falou e repetiu duas vezes. Até que foi exonerado sem o olho no olho. Foi exonerado pelo fio do telefone. Que não deixou de ser novamente um ato de violência. Agora, ele volta para o Brasil, sua terra, para viver sua vida academica na universidade em que trabalha. Não sei se será recebido pela Dilma Rousseff 

A FESTA DO SUDÃO DO SUL


Quem passasse pelo Sudão no dia 7, havia de pensar que era carnaval. Uma multidão cantava, dançava agradecida. Até quem não era de dançar arriscava uns passos. Tudo pelo referendo que viria daí a dois dias. Iam separar-se do Sudão do Norte pelo voto. Cansados dos 40 anos de guerra, dos 2 milhões de mortos e dos mais de meio milhão de feridos, fugidos e desabrigados, em 2005 combinaram de decidir pelo voto. Pousaram sorrindo para as fotografias e se abraçaram fraternalmente. Mas, como o diziam os mais  velhos, prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Omar al-Bashin não é flor que se cheire. Só por uma breve incursão em Danfur deixou 500 mil mortos. É ele quem manda no Sudão, de Norte a Sul. Censurou a imprensa, fechou o parlamento. A coisa agora é com ele. Na outra ponta do cabo-de-guerra, o Sudão do Sul, um lugar pobre que dorme sobre uma jazida petrolífera. Mesmo se tornando independente, não deixará logo de correr o pires à caridade alheia. Falta luz, somente uma das suas cidades tem ruas pavimentadas...  Ainda assim, nos últimos meses, começaram a retornar milhares de refugiados da guerra tornam ao  país . Muitos outros ainda virão. O aumento da população poderá fragilizar o pais, sem contar que o Sudão do Norte pode não aceitar esse resultado e começar tudo de novo.

NUS PELO EVANGELHO

Grupo católico que reproduziu
a Paixão de Cristo com nus
Em San Joan, Espanha, um grupo de católicos catecistas entendeu que a nudez e a catequese podem ser tão palatáveis como queijo com goiabada. Pensaram em vender suas fotos pelados e arrecadar algum dinheirinho para a obra religiosa. E, como um Walter Hugo Khouri fizeram uma reedição moderníssima da Via Sacra de Nosso Senhor. Fizeram um paralelo entre as suas doze estações e os doze meses do ano. E fizeram um calendário. Todos nus - moças e rapazes - em cada uma da dúzia de fotos. Mas não contavam tanto com o sucesso. Venderam todos os calendários rapidinho. Havia muito marmanjão querendo ver a cara das santas e santos. A arrecadação foi de 1500 euros. Da qual uma parte foi destinada ao trabalho religioso a outra foi para confecção de novas cópias do calendário. A procura é grande. Afinal, a cidade tem 20 000 habitantes. O bispo Jesus Murgui de Maiorca ficou escandalizado. Disse que o o grupo banalizara a  Páscoa. Mas não consta que ele tenha proibido novas edições do calendário. Já o prefeito de Sant Joan, Joan Magro, defendeu a idéia do calendário e elogiou as fotos. Mas também nada consta de que ele tenha empenhado alguma verba em favor de novas fotos.

CURTAS

Autoridades e população de Quito, Equador, deram-se os braços. Vão limpar as calçadas e pavimentos do seu centro histórico, classificado pela Unesco como  patrimônio da humanidade. Para deixar tudo limpinho mesmo vão ter que remover 200 mil chicletes ali grudados. Uma densidade de dez chicletes por metro quadrado. Será um trabalho com máquinas de alta pressão por 4 meses direto. Concluído o serviço, quem for surpreendido jogando uma goma no chão sofrerá uma multa de US$ 24. (Fonte: História Viva)


Pesquisadores dos EUA derrubam a teoria de que o homem de neandertal era apenas carnívoros. Restos encontrados nos seus dentes em fósseis indicam que eles comiam também vegetais e comidas cozidas. Uma alimentação muito mais sofisticada do sempre se supunham para eles.  Este foi o primeiro estudo a afirmar que a alimentação do homem de neandertal não estava restrita a alimentação com carne crua. Tanto tempo cozinhando e tem gente que não aprendeu até hoje.


Deputado da região declararam que vão trabalhar. É. Mas feito como disse a Vereadora América Teresa (PMDB-VR), tem ano que é improdutivo. Veja o deputado federal Carlos Mannato (PDT-ES). Bem que trabalhou, mas jogaram seus projetos todinhos no lixo. Em um deles estabelecia a obrigatoriedade de que para cada casal que se formasse, cada conjuge estaria obrigado a plantar uma árvore. Outro, para cada casal que se separasse, cada uma das partes estaria obrigada a plantar uma árvore. Mais um, produtos para higiene bucal só deveriam ser vendidos com receita médica. As vezes, é melhor quando não trabalham.

CURIOSIDADES

Os Arcos da Lapa são como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, ponto de atração na cidade do Rio de Janeiro. O aqueduto da Carioca, seu antigo nome, foi construído em 1723 para levar água do Rio Carioca até o Largo da Carioca.  Em 1896, os 42 arcos do monumento de 17,6m de altura e 270m de extensão deixaram de transportar água e passaram a servir de via de acesso de bondes para o Morro de Santa Teresa. Função que desempenham até hoje. (Fonte : Historia Viva)


Inquisição eram tribunais criados para investigar e punir hereges, os que professavam contra a fé católica. Teve sua origem na França no Século XII, 1183, quando o Concílio de Verona decidiu lutar contra os inimigos da igreja. O Santo Ofício foi o mais célebre tribunal da Inquisição. Foi criado em 1233 pelo Papa Gregório IX. Tornou-se o mais forte na Itália e Espanha. Queimavam-se os culpados em grandes fogueiras. E para que não vissem a morte cobriam-lhe a cabeça com carapuça de papel. A inquisição espanhola foi estabelecida em 1478 por Fernando e Isabel . Em 1808, Napoleão Bonaparte a extinguiu, mas foi de novo restabelecida em 1814 sendo definitivamente encerrada em 1823. (Valmiro Rodrigues Vidal, Curiosidades Vol. 6)



 D. Pedro II e  Luisa Portugal e Barros, condessa de Barral, tiveram mais que uma amizade. Ela fora trazida da França para servir de dama de companhia para suas filhas. Eles se tornaram mais do que afeiçoados. Ficavam horas perdidas conversando sobre tudo -  livros, idéias, artes e até criação das filhas. Muitas vezes, o imperador lhe dava delicadas pisadelas como prova de carinho. A princesa, sua filha Leopoldina com apenas dez anos, foi quem o entregou à mãe:  "Mamãe, por é que, durante as lições, papai pisa no pé da condessa?" (Fonte: Revista de História da Biblioteca Nacional)